Bohnanza – Review em Português

bohnanza_cover

Olá amigos bem-vindos a mais uma review inteiramente em Português. Sim eu sei que o título poderia apontar para uma review culinária, mas como eu até nem gosto de feijoada, vamo-nos focar apenas no jogo, ok?

Bohnanza é um jogo desenhado por Uwe Rosenberg que, antes de desenhar os complexos Agricola ou Le Havre (para citar apenas alguns), arrebatou o mundo dos jogos de tabuleiro com os seus feijões (esta piada em Inglês torna-se um bocado mais obscena). Corria o ano de 1997,  Paulinho Santos ainda jogava futebol e o António Guterres estava a um ano de inaugurar a Expo 98. Bohnanza trouxe para as mesas de jogo a temática de plantar e vender feijões com o intuito do maior lucro possível. Mas será que plantar feijões é assim tão complicado

c6f0_happy_birthday_bean_planting
Plantar feijões requer bastante perícia.

No mundo real talvez não, mas em Bohnanza as coisas não são assim tão simples. Aproximem-se, tragam as vossas galochas e carrinho de mão porque vamos iniciar aqui mesmo a nossa nova rubrica!

O guia quase ilustrado do The Blackboard para plantar feijões

Cada jogador começa o jogo com 5 cartas de feijão sem que possa no entanto alterar a ordem destas mesmas cartas na sua mão. Ou seja, a primeira carta que recebeu será a primeira carta a ser jogada e assim sucessivamente. Na verdade, os feijões são muito ordeiros quando estão em fila, nimguém passa á frente de ninguém – aprendámos com os feijões.

No início do seu turno, cada jogador tem que plantar o primeiro feijão que tem na mão num dos seus dois campos de cultivo. Ora, como os tipos diferentes de feijão não se podem misturar, se o tipo de feijão que o jogador pretender plantar não for igual aos tipos de feijão plantados nos seus dois campos, ele tem que colher feijões. Colher prematuramente os feijões de um campo pode ser mau, porque normalmente o jogador precisa de um certo número de feijões colhidos para fazer dinheiro.

pic1908697
Olhando os feijões da direita: 3 feijões colhidos dão ao jogador 1 moeda, 6 dão 2 moedas, 8 dão 3 moedas e 9 dão 4 moedas.

Depois de plantar 1 feijão obrigatório o jogador pode plantar um segundo se quiser, sendo que terá que ser a próxima carta da sua mão.

Depois desta fase, o jogador bisca 2 cartas que coloca viradas para cima á vista de todos. É aqui que começa a rebaldaria.

O jogador pode ficar com qualquer uma das cartas ou pode tentar trocar uma ou as duas cartas com os restantes jogadores. Os outros jogadores podem propor ao jogador trocar cartas da sua mão (não importa a ordem em que elas estão) com as duas cartas em cima da mesa. O truque é que todas as cartas trocadas entre jogadores têm que ser plantadas nesta fase seguindo a regra inicial: feijões do mesmo tio são plantados no mesmo campo, se um feijão não puder ser plantado o jogador tem que colher um campo para o poder plantar. Ou seja, pode ser uma boa oportunidade para um jogador se livrar da primeira carta que está na sua mão e que ele não quer plantar no início do seu próximo turno.

pic2067500_md
Cartas prontas a serem trocadas

De seguida o jogador bisca 3 cartas do barulho, coloca-as atrás das cartas que têm na mão e o seu turno acaba.

Apenas duas precisões adicionais neste manual agrícola:

  1. Quando um jogador colhe feijões, o dinheiro que ele ganha é representado por algumas das cartas colhidas (as costas de cada carta representam 1 moeda);
  2. Os jogadores só podem trocar cartas com o jogador que está a fazer o seu turno, ou seja, se é o turno do Serafim, eu só posso trocar cartas com o Serafim e não com a Ermelinda.

Quando o baralho chega ao fim os jogadores pegam nas cartas descartadas e formam um novo baralho. Quando o baralho chega ao fim pela terceira vez, o jogo acaba. Quem tiver mai moedas, ganha o jogo;

Bom, vou encerrar aqui o tv rural e seguir para as conclusões finais.

maxresdefault

Considerações Finais

Bohnanza é um clássico mas, apesar da sua idade, continua ainda hoje a cativar jogadores pela sua simplicidade e solidez de mecanismos. Para quem quer introduzir novos amigos no hobby, este jogo é uma boa escolha. Ele retém a parte de negociação que muitos vão achar interessante no Catan e destila isso num jogo de gestão de mão onde não podemos alterar a ordem das cartas, apenas as podemos trocar com outros jogadores.

Na verdade a gestão de mão é mesmo literal: como é que eu me posso livrar desta carta aqui?!!

A ronda de negiciação é muitas vezes hilariante: “Eu troco 2 feijões 18 por esse feijão 12! Não, se forem 3 feijões 18 pode ser, caso contrário não! E se forem 2 feijões 16?” “Ouve lá, eu dou-te este feijão 6, mas tu também tens que ficar com este feijão 20 que eu tenho aqui na mão!”

Terá sido porventura com este jogo que o Uwe Rosenberg ganhou experiência para desenhar o Agricola: em vez de feijões plantamos milho e vegetais! Até porque, diga-se de passagem, não era saudável que os meeples do Agricola vivessem juntos numa casa onde apenas se consumisse feijão!

Bohanza é sólido e elegante. Não é um jogo que eu queira jogar inúmeras vezes repetidas mas é ideal para começar ou acabar uma noite de jogatana.

Se ainda não experimentaram, façam-no: é acessível, económico e obriga a uma boa dose de estratégia (tal como eu sou obrigado de cada vez que tenho que arranjar uma desculpa para não comer feijoada)

O The Blackboard reconda por isso Bohnanza, o jogo onde plantar feijões acaba por ser divertido.

KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA

Anúncios

2 opiniões sobre “Bohnanza – Review em Português”

  1. Obrigado Carlos.
    Sim, entre nós é mais a negociação é mais matemática: Um 6 por dois 12, ou um 8 por 2 16 . De certa forma ajuda a definir o valor da troca. Mas gosto mais da tua abordagem 🙂
    O Bohnanza é um jogo muito bem desenhado: simples, envolvente e inovador (gestão de mão tem aqui um significado literal).

    Gostar

  2. Curioso que entre nós a negociação é feita com o nome dos feijões ao estilo: “dou-te o fedorento e tu dás-me 2 xerifes e ainda te dou um de fogo” . Acho que foste temerário a aconselhar este jogo, todos deveriam ter este Bohanza pois é seguramente um dos melhores jogos de cartas que existe, está no meu top de melhores jogos de cartas portáteis. Muito instrutiva a tua review, parabéns Orlando!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s